Berkeley em 90 minutos, por Paul Strathern




Já faz uns dez anos que tenho Berkeley como meu filósofo favorito! Várias vezes já pensei em pendurar um quadro com a imagem de Berkeley na parede do meu quarto, mas ainda não fiz isso.

Pelo que lembro, só li dois livros dele: "Três Diálogos entre Hylas e Philonous" e "Um ensaio para uma nova teoria da visão".

Acho que meu segundo filósofo favorito é David Lewis e talvez o terceiro seja Kant ou Leibniz. Ainda não pensei bem sobre isso, mas eu adoro teorias inusitadas. O livro de David Lewis "On The Plurality of Worlds" é simplesmente maravilhoso.

Berkeley questiona a existência do mundo material para proteger o mundo dos espíritos e por isso eu o amo. E David Lewis diz que podemos ser ovos cozidos em outros mundos possíveis. Eu também gosto de Leibniz, porque ele diz que vivemos no melhor dos mundos possíveis e tem aquela teoria legal das mônadas. E Voltaire é legal porque ele zomba de Leibniz.
 
Berkeley era bem bonzinho e querido. Eu também gosto do Descartes por ele ser bonzinho e querido, se bem que os filósofos mala também são interessantes. A história da filosofia parece um grande novelão.

Viva Berkeley, meu amorzinho!! ❤ 




Comentários