Wittgenstein em 90 minutos, por Paul Strathern




O único livro que já li de Wittgenstein foi o "Investigações Filosóficas". Eu já conhecia um pouco da biografia dele, mas confesso que me surpreendi mesmo assim.

Dos quatro irmãos dele, três cometeram suicídio e o outro perdeu a mão na guerra. A maior parte deles eram homossexuais, assim como Wittgenstein. Estou começando a achar que homossexuais possuem um talento para matemática. Também foi assim com Alan Turing.

Mas o que mais me espantou ao ler o livro foi saber da enorme influência que a leitura de Tolstói teve sobre ele. É verdade que Tolstói sabe ser bem persuasivo. Foi por causa dele que Wittgenstein passou a acreditar em Deus e desejou viver uma vida simples, doando toda a fortuna que herdou para poetas que admirava.

Ele já foi jardineiro, porteiro de hospital e muitas outras coisas, desejando livra-se da riqueza com a qual cresceu. Seu pai era tão rico que até Brahms ia tocar em sua casa.

Wittgenstein fez um bom trabalho em perturbar Bertrand Russell ahaha!


Comentários

  1. É meu autor de pesquisa na faculdade. Se quiser uma bibliografia complementar só falar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário