Call the Midwife




Já tinha ouvido falar dessa série há uns anos, mas só vi o primeiro episódio hoje na Netflix. 

Ela começou a passar em 2012. A história se passa nos anos 50. No primeiro episódio uma mãe já tinha ganhado 24 filhos, mas o bem-estar no vigésimo quinto era buscado com a máxima atenção. Cada filho é importante, mesmo que ela já tenha muitos.

Isso me lembrou de algo que se diz no cristianismo. Todos nós somos igualmente importantes para Deus e quando apenas uma pessoa se afasta do caminho o pastor deixa as 99 ovelhas e vai buscar aquela que se perdeu. Por isso se diz que Deus é como um pai ou uma mãe.

Curioso que essas são freiras anglicanas e não católicas. Espero que eu me empolgue com a série e veja todos os episódios!


Comentários